Proteste já!

Por onde tenho passado, tenho recebido o carinho de muita gente, uns surpresos e outros também, seja de forma positiva ou até negativa. (rsrsr). Tenho buscado compor letras que edificam e que ao mesmo tempo cause reflexão; não sei se tenho conseguido causar tal impacto, mas juro que estou tentando.

Segue abaixo uma música que fiz em 2008. Está chegando a hora de gravá-la, o título é “O mundo pirou”

O mundo pirou

Letra e música: Alann Marino

Que mundo é esse, é pura utopia

Amor verdadeiro, quem consegue encontrar

É calada a voz do homem justo

Modismo puro cinismo cego, alto custo…

Aonde começa e onde termina essa farsa?

Se engana corrompe consente e logo se cala

Se acham os donos da igreja

Cobrando a entrada do céu

Se Deus quando aqui morou não se vendeu

O mundo pirou

O ser cristão virou coisa normal

Deus manda ser a diferença, não ser igual!                       

Na pregação só ouço falar da tal prosperidade

Pague o seu carnê da felicidade

Um copo com água em cima da televisão

Nada disso garante e promete salvação”

Precisamos ser mais ousados nas nossas canções, falando “o que as pessoas precisam ouvir, pois o que elas querem, muita gente canta por aí”… é sempre a mesma coisa, os mesmos jargões,  frases “manjadas” é Jesus rimando com luz e cruz – nessa hora eu clamo por Jesus, para que a criatividade comece a florescer nessas mentes medíocres. Temos alguns ótimos exemplos de poetas cristãos que fazem ou já fizeram músicas de protesto.

Vou começar pelo visionário Sérgio Pimenta, com músicas extremamente relevantes até os dias de hoje como : “Você pode ter”. Como não citar amigo Tiago Vianna no seu segundo CD (Segundo Tiago Vianna) a música “E quem não quer” composta em parceria com João Alexandre?

O próprio João Alexandre fez e gravou algumas músicas muito interessantes:

“Em nome da justiça” (CD acústico)1999

“É proibido pensar” (música tema do CD)2008

“Coração de pedra” (CD voz, violão e algo mais)2002

“Louco” (CD voz e violão) 1996

“Vaidade” (CD voz, violão e algo mais)2002

“Quem diz a verdade” (CD Do outro lado do mar)2009

Está aí a prova de que precisamos continuar esse “protesto” para um melhor cristianismo, dizendo NÃO ao “Gospel” sujo e corrompido que vemos hoje – totalmente sem critérios artísticos, ética cristã e respeito por Jesus. Imagino Jesus entrando numa “gravadora Gospel” (não vou citar nomes) , mas acho que a reação Dele seria a mesma quando  chega no templo e vê aquela “feira livre” e irritado destrói tudo o que vê pela frente:

12 – E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas;
13 -E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões”. (Mateus 21)

Tudo é negociável nesse mundo de entretenimento evangélico, o desafio do músico cristão é não se vender a essa gente má que busca benefício próprio e encher o bolso de dólar. O músico cristão precisa se voltar para Deus e se colocar no lugar de SERVO E PÓ! Não de estrela do momento ou coisa parecida. Você teria coragem de agir como Jesus agiu na passagem acima? Confesso que eu não teria, mas o músico cristão quando passa a ser “músico quebrantado” age de uma forma simples e objetiva – a resposta está na canção, na poesia e na melodia, para protestar e ser a voz do Pai nesse momento em que passamos, de muitos escândalos evangélicos que “sujam” a imagem de gente do bem e que busca somente adorar  a Deus com o coração e a Alma.

Como ganhar pessoas em nossa família que não conhecem a Jesus quando um certo”pastor” que ganha seus DEZ MILHÕES de reais por mês!!! vou repetir, DEZ MILHÕES de reais por mês!!!! Almeja construir mil igrejas até não sei quando (e nem quero saber) em rede nacional, e ao mesmo tempo envolvido com escândalos na internet? (acesse o youtube). Esse 10% desse dinheiro ajudaria muita gente que precisa.

Nós músicos cristão que somos, temos que agir como Jesus agiu fazendo canções que reneguem essas atitudes vergonhosas para os nossos dias.

Ainda há uma esperança – e que bela esperança! Podemos falar em perdão dessa gente bandida? Se houver arrependimento, sim (70X7). Nosso papel é de orar, compor e levar nossas canções de protesto e se caso chegar aos ouvidos dessas pessoas que sujam o nome de Jesus, que fique uma “pulga atrás da orelha” desses “irmãos”

Preguemos um evangelho mais puro e sem interesses financeiros. Que nossas crianças nos vejam sempre íntegros diante de Deus e dos homens.

Um abraço gente!

Alann.

Anúncios

Sobre alannmarino

Sou cristão, marido, pai, músico por misericórdia de Deus, e aqui deixo meus rascunhos da vida, anotações do dia. Fique a vontade!
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Proteste já!

  1. Pablo o Silva disse:

    Acho que não soube me expressar no comentário anterior.
    Citei João Alexandre justamente por ele sempre dizer que o profeta é aquele cara com coragem pra denunciar o óbvio.
    Uma grande verdade: faltam profetas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s